"Estou sempre atrasado!"


Existem pessoas que têm muita dificuldade para cumprir horários e compromissos, estão sempre atrasadas.

Socialmente podem ser vistas como preguiçosas, atrapalhadas e desrespeitosas para com o outro. Mas será que estes atrasos tão freqüentes e repetitivos não podem ser vistos para além destes “rótulos” sociais? O que pode levar alguém a não conseguir sustentar os combinados?

O atraso, nestes casos, pode ser interpretado como um sintoma psíquico, ou seja, um comportamento motivado por questões inconscientes, que a pessoa desconhece e que, por este motivo, não consegue mudar.

De maneira geral, podemos destacar alguns aspectos importantes que podem estar relacionados a este sintoma.

Alguns indivíduos acreditam que podem dar conta de tudo, apresentando muita dificuldade para escolher o que acham prioritário. Além disso, a impossibilidade de dizer “não” para o outro, por medo de desapontá-lo, contribui para o fato da pessoa assumir diversas tarefas ao mesmo tempo, tornando inviável a realização de todas.

Um outro aspecto que leva ao atraso freqüente é a insegurança excessiva. Existem indivíduos que são tão inseguros com relação à sua própria imagem, por exemplo, que demoram horas para se arrumar, pois nunca encontram uma roupa que seja “suficientemente boa”. Tais pessoas sentem-se “escravas” da opinião do outro, tentam transmitir uma imagem sempre “perfeita”, mas o atraso acaba denunciando a impossibilidade de sustentar este ideal tão elevado.

Um outro fator que pode estar por trás da dificuldade de cumprir horários pode ser a necessidade constante de verificar sua importância para o outro. Este fator se aproxima do que socialmente se diz com “chamar a atenção”. A pessoa se atrasa para, inconscientemente (não é algo calculado de propósito), saber se o outro se importa com ela, se a espera, é quase um pedido de “amor incondicional”.

Muitas outras questões podem estar relacionadas ao atraso freqüente. Cada caso é um caso e por isso, cabe a cada um descobrir, numa análise, se desejar, os motivos inconscientes que sustentam este sintoma.

Cabe dizer que apesar de mobilizarem constantemente raiva no outro em função da falta de compromisso com o horário, estas pessoas acabam sofrendo muito com este sintoma, pois, freqüentemente, perdem compromissos e oportunidades importantes, vêm sua palavra perder o valor, deixam de ser levadas a sério.


*É proibida a reprodução do texto publicado nesta página, no todo ou em parte, sem autorização escrita da autora, sujeito às penalidades previstas na Lei 9.610/98 de direitos autorais.

Powered by Drupal, an open source content management system